Ebooks




 
 
 
https://lerebooks.files.wordpress.com/2011/12/dicionc3a1rio-do-ebook.pdf
 
Para consultar o Dicionário, versão pdf, clicar na imagem
 

 
Para além da definição de uma centena de termos relacionados com o mundo do ebook e da edição digital, o Dicionário do ebook, de Carlos Pinheiro (autor do blogue Ler eBooks), inclui a referência a sítios sobre ebooks (de acesso gratuito) e a novos media e uma completa bibliografia online sobre ebooks.


_________________________

Contos de Natal

 

Ficha técnica 
Autor: Luso Livros
Nº de páginas: 198
Formato dos ficheiros: .epub e .pdf

 
Antologia de contos, textos , lendas e poemas de Natal selecionados, de vários autores clássicos portugueses, nomeadamente Bocage, Eça de Queirós, Fialho de Almeida, Raul Brandão, Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro e Abel Botelho. 
 
Presente em muitos contos está a visão do Natal tradicional das aldeias do interior de Portugal que, com os seus costumes e tradições, caracterizam o Natal português.  
 
DOWNLOAD E-BOOK 

Download ebook

Download       Download
_________________________
 
 Frei Luís de Sousa, de Almeida Garrett
 


Ficha técnica
Autor: Luso Livros
Ano de lançamento: 1843
  Género: Teatro
 Nº de páginas: 104
 Formato dos ficheiros: .epub e .pdf



Drama em 3 atos. Peça baseada livremente na vida de Frei Luís de Sousa – nome adotado pelo frade Manuel de Sousa Coutinho – que continua a ser considerada um clássico da literatura de língua portuguesa e uma das criações máximas de Almeida Garrett, nunca tendo deixado de ser exibida em palcos desde a sua estreia pública em 1847, no Teatro do Salitre, numa versão censurada. 
 
 
 
 
DOWNLOAD E-BOOK 
 
Download ebook
 

_________________________

http://purl.pt/16/1/index.html#/5/html
 
Capa da 1ª edição de Camões, publicada em Paris, em 1825.
Clicar na imagem para aceder ao texto.
 
 
O poema lírico-narrativo Camões, de Almeida Garrett, escrito provavelmente durante o primeiro exílio do escritor, é considerado a primeira obra romântica da história da literatura portuguesa. Centra-se na vida de Luís de Camões, sobretudo nos momentos em que este escreveu Os Lusíadas. Ler mais...
 
   
O poema Camões, com a grafia atualizada, também pode ser lido a partir da versão disponibilizada pelo Centro Virtual do Instituto Camões :
 
 
 
https://drive.google.com/file/d/0ByNKhxMfrxTuakJJUnI5Yl9sSW8/view?usp=sharing
 
 
Outras edições online da /sobre a obra garrettiana:
 
 
 
  • Revista Camões:
 
 
https://drive.google.com/file/d/0ByNKhxMfrxTuaGRHcjlIREQ5RHc/view?usp=sharing

Almeida Garrett In Revista Camões - Revista de Literaturas e Culturas Lusófonas, Nº 4 , janeiro - março 1999

Diretor: Jorge Couto

Diretora-Adjunta: Luísa Mellid-Franco

Diretor de Produção: Rui M. Pereira

 
_________________________
 
 
Os Maias, de Eça de Queirós

"Os Maias eram uma antiga família da Beira, sempre pouco numerosa, sem linhas colaterais, sem parentelas — e agora reduzida a dois varões, o senhor da casa, Afonso da Maia, um velho já, quase um antepassado, mais idoso que o século, e seu neto Carlos que estudava medicina em Coimbra."


 
Ficha técnica
Autor: Luso Livros
Ano de lançamento: 1888
Género: Romance
Nº de páginas: 648
Formato dos ficheiros: .epub e .pdf



A história de três gerações da família Maia, uma família aristocrata da sociedade Lisboeta da segunda metade dos séc. XIX. Uma obra que serve de pretexto para o autor fazer uma crítica à situação do país a nível político e cultural e à alta burguesia lisboeta oitocentista, por onde perpassa um humor (ora caricatural, ora satírico) que configura a derrota e o desengano de todas as personagens.

DOWNLOAD E-BOOK 


Download ebook


_________________________
 
 
Revista Camões
 
 
https://drive.google.com/file/d/0ByNKhxMfrxTuRzlGNVgwV1lOcjA/view?usp=sharing


 
 
Eça de Queirós, in Revista Camões - Revista de Literaturas e Culturas Lusófonas, nº 9 - 10, abril-setembro 2000
 
Diretor: Jorge Couto
Diretora-Adjunta: Luísa Mellid-Franco
Diretor de Produção: Rui M. Pereira
 
  _________________________
 
Contos e textos de Camilo Castelo Branco
 
 
 
Ficha técnica 
Autor: Luso Livros
Género: Contos
Nº de páginas: 242
Formato dos ficheiros: .epub e .pdf
 
 
Coletânea de contos, de Camilo Castelo Branco, entre os quais se incluem "Maria! Não me mates que sou tua mãe!". “A Senhora Rattazzi”, “Uma Praga Rogada nas Escadarias da Forca”, “A Suicida”, “A Espada de Alexandre” e “o Arrependimento”.


DOWNLOAD E-BOOK 

 
Download ebook
Download       Download
_________________________
 

Mais Diários de uma Sala de Aula
Testemunhos de professores e alunos


Depois de A Sala de Aula e de Diários de uma Sala de aula (que contou com a participação de duas professoras, quatro alunos e uma mãe), a socióloga Maria Filomena Mónica reuniu mais testemunhos sobre o dia-a-dia nas escolas e publicou Mais diários de uma sala de aula.

O livro está disponível para download digital gratuito, no site da Fundação Francisco Manuel dos Santos.
 
http://ffms.pt/…/mais-diarios-de-uma-sala-de-aula_0KX-Ibndy…
Clique na imagem para aceder ao livro
________________________
 

https://docs.google.com/folderview?id=0B7W7eJeDdmuoNkpRa1lLcFRYV3M



A Google Drive disponibiliza mais de cem títulos de autores portugueses e estrangeiros, em pdf,  nomeadamente Agustina Bessa-Luís, Almeida Garrett, Alexandre Herculano, Antero de Quental, Camilo Castelo Branco, David Mourão-Ferreira, D. Francisco Manuel de Melo, Eça de Queirós, Fernando Pessoa, Fernão Mendes Pinto, Gil Vicente, Jorge de Sena, José Saramago, Júlio Dinis, Luandino Vieira, Luís de Camões, Luís de Sttau Monteiro, Machado de Assis, Mário de Carvalho, Padre António Vieira, Pero Vaz de Caminha, Ramalho Ortigão, Raúl Brandão, Rómulo de Carvalho, Sophia de Mello Breyner, Teófilo Braga, Urbano Tavares Rodrigues e Vitorino Nemésio.





Chamam-lhe "LIVRO"... mas não faço a mínima ideia onde se colocam as pilhas
 
 
 
________________________
 
 
 
 
Livros eletrónicos
ou
Livros impressos
?
 
 
 
 
 
 
 
Prós e contras. Uma discussão da atualidade. O amado livro impresso e o arrasador livro eletrónico. Ambas as plataformas têm suficientes méritos para sobreviverem às vicissitudes do tempo. 
 
 
 
A leitura em suporte digital
 
 
 
 
 
Graças aos tablets e a telefones com ecrãs cada vez maiores, passámos a ter mais um suporte para ler livros. Mas será que os ebook são bons ou maus para o mercado livreiro e editorial? E os livros em papel, serão um dia artigos raros e para colecionar?
 
Um excerto do programa Nativos digitais, disponível na RTP-Ensina, e que pode ser visionado aqui, convida-nos a refletir sobe estas e outras questões relacionadas com a emergência do livro eletrónico.   
 
 
 
 
Libraries are forever:
ebooks e livros impressos podem coexistir
 
 
 

 
 

O impacto dos ebooks na motivação e nas competências de leitura de crianças e jovens


 
O National Literacy Trust do Reino Unido e a RM Books estão a investigar o impacto dos ebooks na motivação para leitura e nas competências leitoras das crianças e jovens de 100 escolas do Reino Unido. Os resultados deste estudo serão conhecidos em outubro de 2015. Entretanto, foi disponibilizado um estudo exploratório de revisão de literatura – The Impact of ebooks on the Reading Motivation and Reading Skills of Children and Young People – que faz uma síntese de diferentes estudos publicados nos últimos anos sobre o impacto das tecnologias na leitura.

 Algumas das principais conclusões do National Literacy Trust:
 
 
  • Quase todas (97%) as crianças disseram que tinham acesso a dispositivos eletrónicos, como computadores, tablets, telefones e e-readers, e quase todas (97%) tinham acesso à internet em casa.
 
  • As crianças inquiridas são propensas a dizer que leem mais no ecrã do que no papel fora da escola.
 
  • 68,7 % afirmam que leem num computador, telemóvel ou tablet, em comparação com 61,8% de leitura de formatos impresso (por exemplo, um livro, revista ou jornal).
 
  • Mais de metade (52,4%) prefere ler em dispositivos eletrónicos, em comparação com apenas menos de um terço (32%) que diz preferir ler em papel.
 
  • A percentagem de crianças que já tinha lido um ebook subiu de 25% para 46% entre 2010 e 2012 .
 
  • A percentagem de pessoas que sentiram que os ebooks teriam um efeito positivo sobre a sua motivação para a leitura aumentou de 33% para 49% em relação ao mesmo período.






Ebooks e Bibliotecas (Carlos Pinheiro- RBE)



Roger Chartrier (2010), um dos maiores especialistas na história da leitura, considera que estamos a viver a terceira grande revolução da história do livro. A primeira terá correspondido à passagem do rolo para o códice, tendo afetado sobretudo a questão do suporte; a segunda data do século XV, com a invenção da imprensa de caracteres móveis, que revolucionou as formas de reprodução do texto. A terceira, a revolução digital que vivemos atualmente tem, de acordo com Chartrier, implicações muito mais profundas do que as anteriores, pois revolucionou não só os suportes e as formas de reprodução, mas também as técnicas de produção e disponibilização, os meios de acesso e as formas de leitura.

É uma revolução ainda em curso, em que os formatos impressos continuam a desempenhar um papel importante e os formatos digitais estão longe de encontrar a sua forma definitiva, e em que novas tecnologias, anunciadas como revolucionárias, se tornam obsoletas rapidamente. Consequentemente, as interrogações sobre o futuro do livro são muitas e a única certeza é que esse futuro passará inelutavelmente pelo formato digital, embora com um período ainda longo de coexistência com o suporte em papel.

E qual o papel das bibliotecas neste novo contexto? Os ebooks representam uma oportunidade ou ameaça à sua sobrevivência? De que forma as bibliotecas poderão competir com iniciativas gigantescas como a Google Book Search, de digitalização e disponibilização online de milhões de livros, ou com a estratégia da multinacional Amazon de fidelizar clientes mediante serviços de empréstimo de ebooks ou, ainda, com os sistemas de ebooks por assinatura que se multiplicaram no último ano?

Não existe uma resposta definitiva e as indefinições quanto ao modelo da biblioteca do futuro são mais do que as certezas. Mas sabemos que as bibliotecas não são nem nunca foram depósitos de livros, mas centros de saber e conhecimento, e essa função pode e deve continuar a ser desempenhada independentemente dos suportes e dos meios de acesso, papel mais importante do que nunca no contexto atual de superabundância de informação. Será, contudo, necessário que as bibliotecas adaptem as suas coleções e os seus serviços às novas necessidades dos utilizadores, oferecendo experiências de contacto com o livro adequadas à forma preferencial como hoje se acede, produz e consome informação.
 




Campanha a favor dos ebooks nas bibliotecas



Campanha da EBLIDA - Ebooks nas bibliotecas














DGLAB publica documento orientador para a disponibilização de livros eletrónicos nas bibliotecas


 

Face ao aumento da procura de livros eletrónicos por parte dos utilizadores das bibliotecas públicas, e ao aumento de títulos e dispositivos de leitura destes livros disponíveis no mercado, a DGLAB /Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas publicou, em maio de 2014, um documento que visa orientar os bibliotecários na disponibilização serviços de leitura digital ao público.
Aspetos como a propriedade intelectual, a integração do livro eletrónico na coleção, as soluções de leitura digital para cada biblioteca e os critérios de avaliação para aquisição de dispositivos de leitura de livros eletrónicos e de tablets são abordados neste documento.
 
_______________________________________________________________________________
 
 
 

Google tem uma loja online de livros eletrónicos em Portugal desde 2013

Várias obras de autores portugueses, desde clássicos como Luís Vaz de Camões e Eça de Queirós, às obras de Fernando Pessoa, José Saramago e Lobo Antunes, passando pela coleção juvenil Uma Aventura, de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, podem ser comprados e lidos na aloja online da Google Books.
 Os livros, de preços variados, podem ser lidos num browser, tanto em computadores como em dispositivos móveis.
 
 
 
JISC Observatory • http://observatory.jisc.ac.uk/
 
 
 
Livros em formato pdf (sites de download gratuito):
 
 

Biblioteca Mundial Digital – Oferece milhares de documentos históricos de diferentes partes do mundo. Multilingue, o material está disponível para leitura online.
 
Biblioteca Nacional de Portugal Entre os destaques do portal está um site dedicado ao escritor José Saramago. Nele estão disponíveis manuscritos do autor.
 
Brasiliana O site da Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza cerca de 3000 mil livros para download de forma legal. Há livros raros e documentos históricos, manuscritos e imagens.
  
Machado de AssisCriado pelo MEC do Brasil, o site disponibiliza a obra completa do escritor – em pdf ou html - para leitura online. Estão lá crónicas, romances, contos, poesias, peças de teatro, críticas e traduções.
 
 
Portal Domínio Público - Biblioteca virtual criada para divulgar clássicos da literatura mundial. Oferece download gratuito de mais de 350 obras, das quias 21 são de Fernando Pessoa.
 
 
Projeto Gutenberg Tem mais de 100 mil livros digitais que podem ser baixados e lidos em diferentes plataformas eletrónicas.
Open Library – Projeto que pretende catalogar todos os livros publicados no mundo. Já tem 1 milhão de títulos disponíveis para download. Podem ser encontrados livros em vários idiomas.
 
 
 
 Boas leituras ;)

 
 
 
 
 
Sites onde se pode aceder a ebooks gratuitos
 
 
Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
A coleção de e-books do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa constitui um compromisso da instituição com a livre circulação do conhecimento e com uma divulgação mais eficaz e eficiente da investigação produzida pelos nossos docentes/investigadores.
 
Como visualizar o ebook - após gravar o seguinte ficheiro deverá fazer o download de um e-book reader online (por exemplo Calibre, Adobe Digital Editions):
 
pdf    pdf duplo   epub
 
 
 


 
 
 
 





 





 
 


 

 




      


 


 
 
     
 
 



ENVOLVIMENTO DOS ALUNOS NA ESCOLA: Perspetivas Internacionais da Psicologia e Educação Students
Engagement in School: International Perspectives of Psychology and Education
Org. de Feliciano Henriques Veiga
 
 
Org. de João Pedro da Ponte
 
de Luís Miguel Carvalho
 
Org. de Áurea Adão e Justino Magalhães
 
Coord. de Joaquim Pintassilgo
 
de Teresa Maria Rodrigues da Fonseca Rosa
 
Org. de Susana Gonçalves e Florbela SousaO HOMEM VALE SOBRETUDO PELA EDUCAÇÃO QUE POSSUI
Org. de Áurea Adão, Carlos Manique da Silva e Joaquim Pintassilgo
 
Dir. de Áurea Adão
 

 











Sem comentários: